O Prêmio


Em 2010, vendo a necessidade de dar destaque aos apoiadores culturais da cidade de Mogi das Cruzes, o jovem Thiago Batalha teve a brilhante ideia de unir imprensa, artistas nacionais e artistas locais em um único local.

Foi quando em 2011 surgiu o prêmio Destaques do Ano.

Em sua primeira edição, que foi realizada no CIARTE de Mogi das Cruzes, o evento contou com um público de 600 pessoas. Nesta edição, foi beneficente e homenageou a unidade mogiana da AACD com mais de meia tonelada de produtos de limpeza. O homenageado maior da noite foi Denerjanio Tavares de Lira, grande apoiador da cultura local e falecido anos antes do evento. Teve como artista homenageada na categoria nacional Luciana Andrade, ex-integrante do grupo de fama internacional Rouge. Foram homenageados também grandes nomes da cidade, tais como o colunista Gil Fuentes e a professora de dança Lilian Gumieiro.

Devido ao grande sucesso, no ano seguinte foi realizada a segunda edição. Desta vez, no Clube de Campo (CCMC). Este evento fez a doação de alimentos ao Fundo Social de Solidariedade de Mogi das Cruzes e teve recorde de público, ultrapassando 900 pessoas e arrecadando mais de 900 kg de alimento. O evento teve uma grande homenagem póstuma à Maestrina Helenice Massaro Duque, uma pessoa que contribuiu demais para o avanço cultural da cidade. Mais uma vez, a premiação teve a ilustre presença de Luciana Andrade (ex-Rouge) e também homenageou o artista global mogiano Nelson Freitas, que enviou um vídeo de agradecimento pela honraria, já que não poderia estar presente. Nessa edição novamente foram premiados grandes nomes da cidade, dentre eles o colunista Willy Damasceno e a repórter Marcela Warzee, hoje contratada pela RedeTV!.

O prêmio na época era organizado pela extinta Vitrine Produções, produtora que tinha como sócios Thiago Batalha, Marcelo Andrade e Rafael Luis.

Após 7 anos sem ser realizado, em 2019, Thiago Batalha se juntou à Tamara Bracho, apresentadora do programa Café com Notícia da Rádio Metropolitana AM 1070 de Mogi das Cruzes, e fez com que o sonho da realização do evento voltasse à tona. Este ano será realizado na cidade de Mogi das Cruzes novamente, porém, com uma estrutura e organização diferenciadas, contando a experiência dos dois no ramo de produção. E com um novo nome: DSTAQS. A produção do evento aguarda, neste ano, um público de 1.000 pessoas, e terá como entrada 1 kg de alimento não perecível + 1 peça de roupa. Duas instituições serão beneficiadas nesta edição: o Instituto Lea Campos, que tem como missão educar para transformar, trabalhando com educação social focado no desenvolvimento humano para crianças e adolescentes, de 6 a 18 anos, em situação de vulnerabilidade social; e também o Instituto de Missões Vida em Excelência – IMVE, que tem por finalidade apoiar e desenvolver ações para a defesa, elevação e manutenção da qualidade de vida do ser humano através das atividades de educação profissional, especial, combate à fome, esporte, cultura, assistência à saúde e direito à moradia com abrangência em todo território nacional e no exterior.

O evento acontecerá em outubro, com data e local ainda a definir, mas conta com apoiadores e empresas que já abraçaram a premiação, que terá mais de 20 troféus a serem distribuídos. A apresentação será feita pelos organizadores Tamara Bracho e Thiago Batalha. As indicações por categoria serão feitas através de posts no Instagram e Facebook pelo público. Os 3 mais indicados irão para o Voto Popular no site do evento. Quem escolherá o vencedor que levará para casa o grande troféu da noite será o público. A premiação contará com uma estrutura única para que os convidados, artistas e a imprensa possam desfrutar de um delicioso e exclusivo momento. Apresentações musicais e de dança também prometem agitar a premiação. Essas atrações em breve serão divulgadas.